sábado, 12 de julho de 2008

Renúncia Plena

A questão da renúncia aos bens materiais é de muita relevância no comportamento da criatura humana.
Sem ela a vida se torna insuportável, gerando apegos que se transformam em elos de escravidão, jungindo o ser a coisas de valor transitório incapazes de proporcionar plenitude, estado de paz interior.
Por sua vez, o apego às posses, sob o disfarce da necessidade de segurança, é dos mais temíveis adversários do indivíduo, porque responde pelo medo da perda, pela sistemática desconfiança em relação aos amigos e conhecidos, por fim pela insatisfação que sempre se instala em quem possui, atormentado pelo desejo infrene de ampliar os recursos.
A renúncia impõe-se como medida saudável de equilíbrio, responsável pela preparação do espírito para o momento da libertação do corpo.
O hábito de renunciar às coisas materiais leva o candidato à necessidade do autoburilamento, da renovação moral, liberando-se das paixões e emoções perturbadoras, a fim de conseguir a própria iluminação, sem a qual os objetivos superiores da vida ficam defraudados.
De certo modo, o treinamento para a renúncia das posses terrenas predispõe à mudanças de atitude moral entre as pessoas e a vida (...)
Fascinado por Jesus, um jovem rico porpôs-se segui-lo.
O Mestre, que o conhecia, impôs-lhe ser necessário que ele vendesse tudo quanto possuía, distribuísse o resultado com os pobres, após o que poderia acompanhá-lo.
Reflexionando, o moço deu-se conta que tal esforço não lhe era demasiado. No entanto, recordou-se da sua posição social, dos compromissos assumidos, das injunções em que se encontrava e afastou-se desanimado...
Treina a renúncia total, iniciando-a com as coisas de pequena monta.
Libera-te de alguma posse; transfere recursos que te sobram; doa excessos, e te habilitarás a ofertar também o necessário, preparando-te para a renúncia a ti mesmo, responsável pela tua libertação de tudo e de todos.
A renúncia plena começa no gesto pequeno da oferta e do despendimento aos bens do mundo, a fim de alcançar a doação total.
Joanna de Ângelis

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...