quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Fontes de fé

Dizem que o homem, ao buscar o infinito, começou a desenvolver em si os padrões de fé e, na medida de sua evolução, compreendeu outras formas de fé, que, aliadas à compreensão, lhe trouxeram a força capaz de envolvê-lo na busca do equilíbrio.
O destino do homem é a evolução: todos nós nos dirigimos para faixas maiores de compreensão, de trabalho, de alegria, de felicidade. Nessa busca infinita,o homem descortina um horizonte, e quanto mais esse horizonte se alongar, mas fé ele terá em alcançar os objetivos propostos por Deus para ele.
Assim, na medida que vamos caminhando e evoluindo, na medida em que descobrimos a figura de Deus, vamos fazendo esforços. De início, um esforço pequeno, como a fé simples dos homens simples, até chegarmos para um espaço mais elevado, para forças superiores, onde a fé passa a ser pensada, meditada, respondendo às necessidades do homem.
A cada dia, a cada momento, o homem descortina novas fontes de vida e de fé. Ao ver uma criança, descobre a fé no criador; ao ver uma pessoa que cresce espiritualizando-se, descobre a fé no homem que busca a compreensão do infinito; olhando para uma grande indústria, descobre a fé no trabalho; olhando para o bem, descobre a fé no amor.
Assim, a cada dia, descortinamos novas fontes de fé, novas frentes de trabalho, de descobertas e, conseqüentemente, aumentamos a nossa fé.
Que Deus, o Pai de todos nós, o Criador, nos impulsione sempre para a frente, na busca da fé com humildade, aquela fé que nos impulsiona a fazer tudo o que devemos fazer, de coração voltado para o bem, com equilíbrio em todos os momenos, e que todos nós deveremos ter até pelo ato de viver!
Que Jesus nos ajude nessa descoberta, nesse destino!
Graças a Deus!
Balthazar, pela graça infinita de Deus.
Balthazar

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...