sábado, 21 de fevereiro de 2009

Os falsos profetas

Filhos, acautelai-vos contra os falsos profetas que são de todos os tempos.

Na atualidade, muitos deles despontam na seara da própria Doutrina, à feição de joio no meio do trigo, cuidando única e tão somente dos interesses que lhes dizem respeito.

São eles os médiuns enganadores que trabalham em causa própria, os oradores e articulistas que têm mais brilho na palavra que atitudes corretas, os dirigentes que impõem as suas idéias personalistas  ao movimento...

Sabereis identificá-los pela sua falta de bom sens0 e pelo amor que têm mais a si do que à própria causa.

Os falsos profetas nunca são capazes de sacrificar-se peo ideal e,  por este motivo, acabam sempre revelando os seus mais escusos propósitos na militância doutrinária.

Falam de caridade, mas não logram despojamento para praticá-la; enaltecem a excelência do perdão, mas se melindram com extrema facilidade; referem-se à importância do serviço, mas não tomam eles mesmos a iniciativa de servir...

Falta-lhes uma empatia espiritual mais profunda com a fé e, consequentemente, não comunicam sinceridade aos homens de discernimento.

Filhos, não enveredeis pelos sinuosos caminhos da exploração do  sentimento alheio; que ninguém se arroje ao despenhadeiro da descrença por vossa culpa...

Aos falsos proofetas, encarnados ou desencarnados, estarão reservadas as mais duras penas pelos equívocos cometidos contra "o Espirito Santo" , ou seja, por inocularem o veneno da desconfiança nas mentes invigilantes que, por longo tempo, haverão de se mostrar refratárias à luz da verdade.

Sede autênticos na fé e não comercializes com os dons da mediunidade.

Jesus, em um  de seus raros mementos de exasperação, não popou os vendilhões do templo.

A Lei Divina agirá com rigor contra os que distorcerem a sua interpretação, junto àqueles que ainda não aprenderam a penar com a necessária independência intelectual.

Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...