sábado, 11 de abril de 2009

Caminhos de libertação

Ilumina teu campo interior com luz permanente da fé e não te deixes abater pelas lutas do dia-a-dia.

Liberta-te, pois, alma irmã, de tuas inquietações e medita um pouco sobre a infantilidade de certas aspirações.

Medita ainda sobre a puerilidade dos problemas terrenos e a transitoriedade da vida física, bem como sobre a imortalidade de tua alma que tem o infinito por caminho a ser percorrido.

Se assim fizeres, sentirás que a Terra, com seus problemas e sua dores, é apenas um estágio necessário para a aquisição dos valores morais e espirituais que marcarão os degraus de tua evolução.

Passarás, então, a produzir mais para os interesses eternos e a viver menos para os transitórios, descobrindo a solução certa para as questões que hoje te atormentam encontrando, por fim, a paz que almejas.

Aprende a não valorizar tanto as pequenas discussões em torno de pontos de vistas, que, amanhã estarão mudados pelas próprias contigências da vida.

Não te intimides diante de certas agressões que são fruto de almas imaturas, indisciplinadas e infantis.

E para que conserves teu próprio equilíbrio, não te preocupes tanto com as aparências das coisas com as quais te defrontas.

Simplifica teus hábitos, simplifica tua vida em todos os setores, desde o vestuário até à alimentação, porque a libertação do supérfluo nos permite mais tempo para pensar em Deus, trabalhar no Bem e valorizar a nossa estância terrena.

Busca a simplicidade e vive com alegria.

Ouve na intimidade de teu coração a recomendação de Jesus; " Não se pertube o vosso coração! (...)"

Então, a Paz que dele se irradia seguirá contigo...

Icléia

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...