segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Em permanente sintonia

Muitos gostariam que o programa de ascenção fosse de fácil vencimento.

Alguns cristãos de fé renovada supõem que a elevação é tarefa de um dia e para tanto se empolgam na eleboração de roteiros precipitados, como se o triunfo fosse resultante de um só golpe(...)

Não faltam aqueles que aderem às correntes de fé, como se estivessem fugindo aos compromissos redentores, na ansiedade de receberem graças e dons, que se encontram distante de merecer(...)

Persevera tu. Cristifica-te na senda iluminativa de instante a instante.

Jesus galgou o acume do Tabor para orar demoradamente por uma noite inteira, a fim de resplandecer alvinitente na madrugada de ouro diante dos vultos venerandos da raça na qual se apresentou na carne! Depois desceu aos homens para atender ao tumulto dos sofredores, nas valas redentoras da escola física,

Diária e constantemente os Espíritos Excelsos descem esperando que os homens subam até eles. Essa mesma lição eloquente no-la deu o Senhor, subindo para se encontrar com os seus tutelados, depois descendo a ensinar silenciosamente a execução do verbo amar na prática da solidariedade.

Estevão, antes de cantar a melodia rutilante da boa-nova, meditou, enquanto a enfermidade o minava, na enxerga humílima da Casa do Caminho, para se tornar depois o herói do verbo santo.

Paulo, antes de entoar a sinfonia clarificadora do Evangelho, fez um exame acurado de si mesmo em três longos anos de meditação no deserto, para sacudir, mais tarde, com o seu verbo flamívomo, os alicerces do velho mundo e tornar-se arauto da verdade(...)

E allan Kardec, o mensageiro do Consolador, acurou meditações e laborou infatigável até o momento de fazer rutilar as gemas preciosas da Doutrina Espírita, que depositou na cabeça da humanidade como coroa de jóias coruscantes e invulgares...

Galga, servidor do Cristo, a montanha das dificuldades ou das pelejas e ora demoradamente no planalto da fé, até que os corifeus da verdade te clarifiquem a alma, impulsionando-te à descida para a luta de todos os dias, em sintonia permanente com Deus.

Autor: Joanna de Ângelis
Do livro: Lampadário Espírita

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...