terça-feira, 4 de setembro de 2012

A marca de um dever



A marca de um dever
“O dever é a obrigação moral, diante de si mesmo em primeiro lugar, e, depois, dos outros. O dever é a lei da vida; ele se encontra nos mínimos detalhes e também nos atos mais elevados(...)” (Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo. CELD,  Cap. XVII, item 7)


As alegrias de um encontro espiritual são inúmeras e os homens que se dedicam a utilizar horas, mentes, destinos na direção do bem multiplicam seus créditos na espiritualidade, em função dos trabalhos que assumem. 

Cada um traz em si a marca de um dever: há o dever do mundo, há o dever mediúnico, há o dever do aprendizado, há o dever do ensino, há o dever da maternidade e há o dever que a profissão impõe. Cada um traz em si a função para a qual veio talhado. 


Entre os espíritas, muitos dizem: Como agir diante de um convite como este, tendo problemas por resolver? Parece que a questão torna-se difícil de ser solucionada quando as pessoas alegam compromissos no lar, compromissos com as férias, alegam compromissos com a vida. 

Cada um sabe exatamente como agir; não seremos nós, os espíritos, que diremos às pessoas como fazer. Entretanto, caros filhos, devemos recordar aos corações presentes que todos temos um dever para com Deus: o dever do aprendizado, o dever do ensino e o dever de espalhar dons de espiritualização onde estivermos, principalmente em dias de grandes lutas, em momentos de grandes dificuldades e nas ocasiões de lutas intestinas ou coletivas. 

Cada um cumpra com o desejo do seu coração, mas que todos recordem o sagrado dever com a oportunidade de trabalho que lhes é dada. Assim, irmãos, oportunamente, todos podem trabalhar, oportunamente, todos podem brilhar, oportunamente, todos podem colaborar e fazer. 

Que vocês possam brilhar, que vocês trabalhem, que vocês colaborem, que vocês façam! 

De nossa parte, nosso núcleo espiritual estará aberto para o atendimento às criaturas, aos sofredores, aos necessitados. 



Autor: Hermann
Do Livro: Palavras do Coração, vol. 2.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...