quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Educação para o espírito

Educação para o espírito
Por Leny Brito


Uma vez eu li um provérbio que me tocou profundamente, que dizia o seguinte: "Ensina à criança o caminho que ela deve andar e mesmo depois de velha, jamais ela se desviará dele." (Prov.22:6) Ele me reportou diretamente à importância da Evangelização na formação de um mundo melhor, desde a concepção até a volta à erraticidade.

Quando um espírito programa uma nova encarnação, o seu grande propósito é sair dela vitorioso. Quando se encontra na erraticidade, acredito que no momento da realização de sua programação reencarnatória, ele conta com a possibilidade de ter um ensino no qual aquela encarnação se torna proveitosa e que o faça em um ser mais forte para enfrentar os embates, as dores, os reveses da existência terrena. Ninguém reencarna para o fracasso.

Assim sendo, nós, evangelizadores espíritas, temos a tarefa da educação do espírito, de qualquer credo ou religião - sim, porque ao se deparar com uma criança ou jovem, o evangelizador espírita não deve esquecer nunca que sua função, onde quer que esteja, é evangelizar.


Com isso, quando o evangelizador entrar em contato com jovens, deve sempre ter um olhar diferente das outras pessoas para aquele ser, pois ele sabe que está lidando com um espírito que traz consigo uma bagagem necessitada, muitas vezes, de reorganização.

Léon Denis, no livro Depois da Morte, nos diz: Estudemos desde o berço as tendências que a criança trouxe das suas existências anteriores, apliquemo-nos a desenvolver as boas e aniquilar as más. Sabemos que, na maioria das vezes, não conhecemos a criança que chega à Casa Espírita desde o berço, mas não podemos esquecer que a mesma já tem sua própria leitura de mundo, não sendo um papel em branco nas mãos do evangelizador espírita.

Certa vez, um espírito disse-me que o "evangelizador é aquele que compromissado com Jesus, busca auxiliá-lo na evangelização da Humanidade". Essa frase ficou em minha mente e estou sempre refletindo sobre ela. É por isso que acredito que a Evangelização infanto-juvenil é uma das tarefas mais importantes, senão a mais, dentro de uma Casa Espírita ou dentro de qualquer núcleo religioso.

Quando paramos para pensar em quantos problemas seriam evitados se todas as crianças ou jovens tivessem uma educação religiosa com a sincera preocupação de fazer daquele ser um futuro homem de bem, de acordo com a proposta cristã. Será que já imaginamos quantos adultos seriam mais conscientes do seu papel na construção de um mundo melhor?

O provérbio citado no início nos leva a refletir sobre a importância da Evangelização para o homem, e nos alerta que as impressões colocadas nesse homem, desde a mais tenra idade, ficarão impressas tão fortemente em seu ser que por mais que ele passe momentos difíceis ou sofra. Ele permanecerá para sempre. Ele buscará o caminho certo a seguir, porque construiu os fundamentos de sua vida sobre bases sólidas, como nos disse o próprio Mestre Jesus: "Construiu sua casa sobre a rocha".


Fonte:  Revista de Estudos Espíritas

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...