segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Vida em família


Vida em família
Os filhos não são cópias xerox dos pais, que apenas produzem o corpo, graças aos mecanismos do atavismo biológico. 

As heranças e parecenças físicas são decorrências dos gametas; no entanto, o caráter, a inteligência e o sentimento procedem do espírito que se corporifica pela reencarnação, sem maior dependência dos vínculos genéticos com os progenitores. 

Atados por compromissos anteriores, retornam ao lar, não somente aqueles seres a quem se ama, senão aqueloutros a quem se deve ou que estão com dívidas... 

Cobradores empedernidos surgem na forma fisiológica, renteando com o devedor, utilizando-se do processo superior das Leis de Deus para o reajuste de contas, no qual, não poucas vezes, se complicam as situações, por indisposições dos consortes... 


Adversários reaparecem como membros da família para receber amor, no entanto, na batalha das afinidades padecem campanhas de perseguição inconsciente, experimentando o pesado ônus da antipatia e da animosidade. 

A família é, antes de tudo, um laboratório de experiências reparadoras, na qual a felicidade e a dor se alternam, programando a paz futura. 

Nem é o grupo da bênção, nem o elã da desdita. 

Antes —, é a escola de aprendizagem e redenção futura. 

Irmãos que se amam ou se detestam, pais que se digladiam no proscênio doméstico, genitores que destacam uns filhos em detrimento dos outros ou filhos que agridem ou amparam pais, são espíritos em processo de evolução, retornando ao palco da vida física para a encenação da peça em que fracassaram, no passado. 

A vida é incessante, e a família carnal são experiências transitórias em programação que objetiva a família universal. 


Autor: Joanna de Ângelis
Do Livro: SOS Família.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...