sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

A premonição e os pressentimentos

A premonição e os pressentimentos
A premonição e os pressentimentos
A premonição e os pressentimentos são difíceis de explicar do ponto de vista científico. Eles só são explicáveis em alguns casos, quando o acontecimento pressentido tem precedentes, subjetivos ou objetivos. Porém, na maioria dos casos, nada, nos fatos anunciados, se presta à ideia de sucessão ou de encadeamento.

De onde vem o poder de algumas almas de ler o futuro? Questão obscura e profunda, que dá vertigem como o abismo e que não se faz sem perturbação, pois, instintivamente, nós a sentimos quase insolúvel pela nossa fraca ciência.

Como cada mundo que rola no Espaço se comunica, através da noite, com a grande família dos astros pelas leis do magnetismo universal, assim também a alma humana, centelha emanada do foco divino, pode se
comunicar com a grande Alma eterna e dela receber instruções, inspirações, iluminações súbitas.

Dessa explicação, os cépticos podem sorrir. Mas não é de nossa elevação para Deus que decorrem as forças vivas, os socorros espirituais, tudo o que nos faz maiores e melhores? Cada um de nós tem, nas profundezas de seu ser, como uma porta aberta para o Infinito. No estado de desligamento psíquico: sonho, êxtase, transe, o círculo de nossas percepções pode se alargar em proporções incalculáveis; entramos em relação com a imensa hierarquia das almas e das potências celestes. De degrau em degrau, o espírito pode elevar-se até a causa das causas, até a inteligência divina, para quem o passado, o presente, o futuro se confundem num todo e que, do conjunto dos fatos conhecidos, sabe deduzir todas as consequências.


Autor: Léon Denis
Do Livro: No Invisível

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...