terça-feira, 15 de julho de 2014

Fluidos

Fluidos
Fluidos
1. A Ciência deu a solução dos milagres que mais particularmente resultam do elemento material, seja explicando-os, seja demonstrando-lhes a impossibilidade, pelas leis que regem a matéria; mas os fenômenos em que o elemento espiritual tem uma participação preponderante, não podem ser explicados apenas pelas leis da matéria, escapando às investigações da Ciência. Esta é a razão por que eles têm, mais do que os outros fenômenos, os caracteres aparentes do maravilhoso. É, pois, nas leis que regem a vida espiritual que se pode encontrar a explicação dos milagres dessa categoria.

2. Como já foi demonstrado, o fluido cósmico universal é a matéria elementar primitiva, cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza. Como princípio elementar universal, ele apresenta dois estados distintos: o de eterização ou de imponderabilidade, que se pode considerar como o estado normal primitivo, e o de materialização ou de ponderabilidade, que, de certa maneira, é apenas consecutivo àquele outro. O ponto intermediário é o da transformação do fluido em matéria tangível, mas, ainda aí, não ocorre uma
transição brusca, uma vez que podemos considerar nossos fluidos imponderáveis como um ponto intermediário entre os dois estados. (Cap. IV, item 10 e ss.)

Cada um desses dois estados dá, necessariamente, origem a fenômenos especiais: ao segundo pertencem os fenômenos do mundo visível, e ao primeiro, os do mundo invisível. Uns, os chamados fenômenos materiais, são da alçada da Ciência propriamente dita; os outros, qualificados de fenômenos espirituais ou psíquicos, porque eles se ligam mais especialmente à existência dos espíritos, pertencem às atribuições do Espiritismo. Porém, como a vida espiritual e a vida corporal estão em incessante contato, muitas vezes os fenômenos dessas duas categorias ocorrem simultaneamente. No estado de encarnação, o homem pode perceber apenas os fenômenos psíquicos que se prendem à vida corpórea; os que pertencem ao domínio exclusivo da vida espiritual escapam aos sentidos materiais, e só podem ser percebidos no estado de espírito.



Autor: Allan Kardec
Do Livro: A Gênese. CELD

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...