segunda-feira, 3 de novembro de 2014

A virtude

A virtude
A virtude
Valor característico dos seres que alcançaram alguns estágios na evolução, a virtude é conquista que o espírito faz, através dos séculos e dos milênios, buscando chegar às regiões de luz, de felicidade, em plenitude com os benfeitores maiores da vida.

Na Terra, costuma-se dizer que o homem que alcançou a virtude é um ser que se supera a si mesmo, e nisso tendes razão, pois a virtude é conquista infinita, não havendo limites para ela.

Avançando, caminhando para o futuro, o ser adquire maior quantidade de virtudes, fortalece as que já possui e cria maiores condições para exercê-las.

Nessa busca incessante, o padrão que toma como exemplo na Terra é a figura de Jesus, e certamente que, assim, caminhará com decisão, coragem, absoluta determinação para chegar ao objetivo maior da sua vida.

Imaginemos, contudo, que o homem ainda tenha dificuldades na busca desses valores ou dessas virtudes. Como fará ele? Deixar-se-á desanimar? Apregoará aos ventos que não teve força, coragem para chegar à virtude? Terá medo de confessar-se sem condições de ser virtuoso?


Como em tudo, o Evangelho vem em nosso socorro. Paulo de Tarso, o grandioso apóstolo, lembrou-nos, certa ocasião, que houvera “alimentado com leite” as almas de que ele cuidava. Deus assim faz conosco, e Jesus, o Mestre da bondade e da compreensão, espera-nos, pacientemente, para que alcancemos as virtudes que temos que alcançar.

Tolerantemente, sempre que nos é necessário, ele vem em nosso auxílio, a levantar-nos, a estimular em nós as conquistas da elevação, fazendo com que em nós seja mantida a planta pequenina, frágil ainda, do desejo de ser virtuoso.

Observemos que o homem, por mais fracassado que seja, por maiores que lhes sejam as dificuldades, sempre sente que pode e que deve fazer o melhor; intimamente, ele sabe que deve prosseguir buscando valores de elevação.

Assim, os que se sentem sem forças, fracassados, perdidos, jamais deixem de pensar em Jesus, nas virtudes que farão, um dia, glorioso o espírito imortal que é o ser, lutando para que prevaleçam sempre atitudes virtuosas.

Busquemos a Jesus. Façamos da nossa vida um hino constante ao trabalho e à conquista da virtude.



Autor: Balthazar
Do Livro: Pela Graça Infinita de Deus, vol. 2.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...