terça-feira, 2 de junho de 2015

Penas e Recompensas na Vida Futura

Penas e Recompensas na Vida Futura
Penas e Recompensas na Vida Futura
Deus é o Criador de tudo o que existe e nos têm como seus filhos bem amados.

Se o acreditamos como o Pai, generoso e bom, logo podemos nos sentir acolhidos por Seu amor imenso, ocupando-se conosco.

Através de leis diretoras e naturais Ele nos enviou Jesus, que nos fez pensar sobre essas leis e nos deu a conhecer o caminho ideal para vencermos o mal e nos recuperarmos durante a caminhada.

            Na questão 963 de O Livro dos Espíritos vemos Kardec perguntar sobre essa importância que temos aos olhos de Deus e os espíritos amigos responderem acerca dos cuidados com cada detalhe de nossas vidas.

            “Muitas vezes te sentirás à borda de precipícios profundos, em desespero, e por todos abandonado. No entanto, não te encontrarás a sós, porque, no teu suplício, Deus
sabe o que te acontece.”  Anota Joanna de Angelis, na lição Deus sabe, retirado do livro Filhos de Deus.

Mesmo que nos sintamos assim como descreve Joanna, temos em nosso íntimo inscrito a esperança de dias melhores, o que nos faz avançar. E dessa forma preparamos o nosso futuro, enquanto vivemos o cotidiano terrestre.

            Deus interverá nas penas e gozos da vida futura por leis sábias e não é condizente com sua bondade, pensarmos Nele como aquele que está à espreita de nossas atitudes, vigiando-nos com frequencia. Há regras, limites estabelecidos por tais leis que nos conduzem e Sua justiça acontece naturalmente, embora desconheçamos os mecanismos utilizados por Ele, temos a certeza de uma lei de ação e reação que age, atenuando ou agravando as consequências de nossos atos, de conformidade com as nossas escolhas.

            As recompensas e as penas estão para nós na proporção que violamos ou não as leis divinas e para entender as leis morais é necessário que vivenciemos as lutas, buscando a compreensão delas.

            Os fardos que carregamos nos são oferecidos para o entendimento da justiça divina e do amor divinos, por isso somos convocados por Jesus a estudar-nos e conhecer-nos, percebendo a construção necessária do equilíbrio do Universo, que inicia em nós.

Tudo ao nosso redor sofre a ação das leis naturais.

       Assim, Ele nos valoriza, porque nos oferece o que podemos suportar e a oportunidade de ampliar nossas percepções acontece, favorecendo a nossa criatividade.

       Num passado, bem distante, nós, espíritos imortais por medo do castigo tomávamos cuidado ao errar. Hoje já sabemos das leis que nos direciona e que basta cumpri-las para termos bons resultados. O que promove a nossa melhoria e consequentemente os gozos futuros.

       Jesus nos ensinou a orar para que aprendêssemos a pedir, a agradecer e louvar, mas principalmente a refletir sobre as nossas mazelas.

As inspirações são múltiplas e constantes, nos indicando mais uma prova de que Deus está em toda parte.

Sigamos os passos ensinados pelo Mestre amigo, para alcançarmos os caminhos que nos conduzem a bons resultados e então, sermos felizes e espalharmos a harmonia e a felicidade ao nosso redor.


       Paz, muita paz meus amigos.  


Autora: Magdala Alves

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...