segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Amor, sublime sentimento

Amor, sublime sentimento
Amor, sublime sentimento
“Não acrediteis na dureza e na insensibilidade do coração humano. Mesmo a contragosto, ele cede ao verdadeiro amor; é um ímã ao qual ele não pode resistir, e o contato desse amor vivifica e fecunda os germes dessa virtude que está em vossos corações em estado latente.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. XI, item 9.)


Que o amor único de Deus inspire todas as almas para o bem!

Amor, palavra verdadeiramente importante para o mundo em que se vive! O amor traz o equilíbrio para as relações humanas e também a força para as realizações de todos aqueles que se dignam a trabalhar pelo bem.

Há em todas as criaturas, latente, esse gérmen. Cabe a cada um, por força do trabalho, por força do desenvolvimento de seus valores e qualidades íntimas, desenvolver, de modo crescente, o sentimento do amor.

Às vezes, as criaturas trazem dentro de si dificuldade em manter tal sentimento. Alegam lutas, ansiedades, sofrimentos os mais variados; entretanto, aqueles que souberem perseverar, mantendo em
si o amor, a despeito de todas essas coisas, conseguirão sobreviver, crescerão espiritualmente e se apresentarão, um dia, a Deus, com suas conquistas realizadas, sendo a conquista maior a do amor.

A criatura que ama é capaz de desenvolver em todos os que estão à sua volta o mesmo sentimento. É interessante observarmos como as pessoas gostam desta palavra amor; como se sentem bem quando a pronunciam!

Aqueles que ainda não estão envolvidos nesse precioso sentimento, aqueles que ainda preferem dar outro sentido à sua vida, cedo ou tarde cederão a este influxo maior: o amor.

Lembremo-nos, ainda, de que Jesus é o Mestre, por excelência, aquele Mestre que mais desenvolveu o sentimento do amor; não só o proclamou, como também o praticou. Ele veio à Terra praticá-lo, justamente para estimular-nos a descobrirmos por nós mesmos esse sentimento.

Na noite de hoje, em que falamos do sempre lembrado Léon Denis, como também pensamos em outros bons espíritos, vamos destacar a palavra amor, por ser ela marcante para o dia de hoje.

Que amanhã, em seus lares, em suas atividades, todos lembrem a palavra amor e tentem fazer das suas existências um núcleo de melhores sentimentos, de maiores virtudes, um núcleo de amor. Lutem, meus irmãos, pela manutenção do sentimento do amor. Experimentem ser amorosos, ser generosos, e verificarão, ao fim de algum tempo, que o amor é o maior e mais sublime dos sentimentos que o homem pode desenvolver na Terra.

Que Deus, que Jesus, que aqueles generosos amigos espirituais que sempre acompanham vocês possam estar, hoje e sempre, nesta Casa e junto a cada um dos que estão aqui!

Que a bondade de Deus ilumine também o coração daqueles que ouvem a distância! Que Deus faça a todos nós seres felizes!

Muita paz, meus irmãos, para todos! Graças a Deus!



Autor: Antonio de Aquino
Do livro: Inspirações do Amor Único de Deus, vol. 1

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...