quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Esclarecer

Esclarecer
Esclarecer
Sem a pretensão jactanciosa de tudo saberes ou tudo explicares, possuis, no entanto, conhecimentos que hauriste na Doutrina Espírita, mediante os quais podes esclarecer:

Que Deus é justo, conforme constatas na superior “lei da reencarnação”, da qual, infrator algum conseguirá eximir-se, exceto quando liberado pelos próprios feitos.

Que o triunfo da Imortalidade sobre a transitória putrescividade da vida física é indubitável, graças aos eloquentes testemunhos da vitória da vida sobre a morte, de que dão substanciais e incontroversas provas os espíritos redivivos.

Que pululam os departamentos da “Casa do Pai”, no Universo, de que a atual ciência astronômica já pressupõe a realidade, não obstante essas vidas escapem aos bitolados talões da humana conceituação.

Que só o Amor é eterno e real, desde que as expressões que dimanam do instinto revelam a primitividade da vida espiritual do homem, que, no entanto, a pouco e pouco ascende e, em se acrisolando no sofrimento, se depura e redime.


Que através da Caridade o ser atinge a finalidade máxima para a qual se dirige, apesar do trânsito nas sendas ásperas do egoísmo em que, por enquanto, se estertora e luta.

Que o trabalho progressista auxilia a desgastar as arestas e manchas que afeiam o caráter do candidato terreno à Academia iluminativa.

Que a solidariedade emula o indivíduo a sair da estreita concha do imediatismo personalista.

Que a tolerância é sinal de fortaleza e engrandecimento moral somente realizável pelos espíritos fortes e imbatíveis.

Que o progresso é impositivo da evolução e que agora ou mais tarde suplantará as vigentes demandas responsáveis pelo atraso moral do homem e da Terra.

Que a paz é a coroa do triunfo real que cada um consegue somente a pesado contributo de renúncia e sacrifício, com que, todavia, se enflora a alma, após vencidas e despedaçadas as algemas da belicosidade e da insatisfação ambiciosa.

Que a dor é a desprezada quão necessária terapêutica para a aquisição da felicidade...

Esclarecido, o homem esforça-se para conquistar-se e consequentemente contribuir para a mudança da Terra de “mundo de provações” em escola de “regeneração”, onde a aprendizagem superior se dará mediante processos de suavidade e harmonia, vestíbulo do “reino de Deus” que será e de que já ouves os clarins anunciadores e vês as claridades surgintes, sem embargo o clamor do desespero e a teimosa presença das sombras da guerra e das misérias que tentam manter o seu transitório domínio no mundo.

Desse modo, prossegue, esclarecido, servindo, e esclarece a serviço do Bem de cuja fonte provéns e para cujo seio avanças.



Autora: Joanna de Ângelis
Do livro: Esclarecer

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...