domingo, 27 de dezembro de 2015

Vigilância e Oração

Vigilância e Oração
Vigilância e Oração
“A causa primária do mal está em nós, e os maus espíritos apenas se aproveitam das nossas tendências viciosas, nas quais eles nos mantêm, para nos tentar.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, CELD, cap. XXVIII, item 3-VI.)


Eis os passos que devem nortear a ação da casa espírita a que tenho a honra de oferecer o nome: vigilância e oração.

Vigiar as portas com tanta intensidade quanto vigiamos as palavras. Vigiar os sentimentos com tanto cuidado quanto vigiamos a bolsa.

Vigiar o ambiente mental nosso e daqueles que se aproximam de nós com tanto interesse quanto temos numa leitura que nos mostre o caminho que desejamos trilhar.

Orar com frequência, com paz, equilibradamente, para que a nossa prece seja um apelo ao Senhor; não, um grito de desespero.

Vigiar também aquilo que nos chega em forma de pessoas, em forma de dores. Orar por todos os que sofrem, os doentes, os que nos perseguem e mesmo aqueles que nos caluniam.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Tende Fé

Tende Fé
Tende Fé
“A fé, divina inspiração de Deus, desperta todos os nobres instintos que conduzem o homem ao bem: é a base da regeneração.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, CELD, cap XIX, item 11.)


Que o amor único de Deus inspire todas as almas para o bem!

Normalmente, quando chegamos ao fim do ano, fazemos uma análise de tudo aquilo que fizemos no ano que se acaba e preparamo-nos para o ano que chega. Embora algumas pessoas queiram dizer que as datas nada mais representam do que simples manifestações de tempo escolhidas pelo homem, somos de opinião que essas mudanças significam, realmente, um novo estágio para os seres, em seus processos de evolução.

Passamos todo um período de lutas: a Humanidade, a Doutrina Espírita, a casa espírita, os indivíduos. Em tudo e em todos, houve testemunhos, momentos de lucidez, momentos de insensatez, momentos de inquietação. Guerras, divisões, problemas os mais diversos chegaram aos indivíduos e a toda a Humanidade. Em tudo e em todos os momentos, fez-se sentir a presença de Jesus, acalmando, orientando, pacificando, evitando a dor maior, para que a Humanidade pudesse ultrapassar esse período tão conturbado como o que acabamos de ver passar.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Jesus e a Força do Sentimento

Jesus e a Força do Sentimento
Jesus e a Força do Sentimento
“(...) mas a ideia cresceu sempre e saiu triunfante, porque, como verdade, superava as ideias que a precederam.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, CELD, cap. XXIII, item 13.)


Que o amor único de Deus inspire todas as almas para o bem!

Jesus, o Mestre amado de todos aqueles que sinceramente se envolvem no progresso humano através das forças do sentimento! Realmente, o mundo está todo ele voltado para necessidades específicas: necessidades de trabalho, de saúde, de resoluções programáticas, de vida de relação... E o homem vem aprendendo, através dos anos, a resolver as coisas de modo objetivo, sem se dar conta de que a objetividade, às vezes, representa tão somente uma forma de fugir da dor ou do sofrimento.

Quando pensamos e atuamos em nome de Jesus, agimos de um outro modo, uma vez que, no atendimento a todas essas necessidades de que já falamos, buscamos soluções em que os valores da alma sejam levados em conta. Não se trata mais de apenas resolver um assunto, de passar por um problema e solucioná-lo; trata-se de resolvê- lo, sim, de passar pelo problema e de solucioná-lo, mas em bases em que sejam levados em conta os sentimentos.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Deus é Pai

Deus é Pai
Deus é Pai
“A inteligência de Deus se revela nas suas obras, como a de um pintor no seu quadro; mas as obras de Deus não são o próprio Deus, tanto quanto o quadro não é o pintor que o concebeu e executou.” (Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, CELD, questão 16, nota.)


Que o amor único de Deus inspire todas as almas para o bem!

Deus, o Pai, espírito acima de nossa compreensão.

O homem, pobremente, tenta definir-lhe as origens, os valores, as condições de vida.

Através dos milênios, houve quem pensasse em poder dominá- lo. Muitos tentaram fazê-lo. Sofreram amargamente a vergonha diante dos seus pares, o sofrimento dado pela insensatez. A incompreensão daqueles que pensaram poder dominar Deus chega a ser comovente, se podemos nos expressar desse modo, diante das crianças espirituais que tentam conduzir os homens, com a noção de que sejam eles, sacerdotes, condutores da palavra de Deus na Terra.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Chaves Libertadoras

Chaves Libertadoras
Chaves Libertadoras
DESGOSTO

Qualquer contratempo aborrece.
No entanto, sem desgosto, a conquista de experiência é impraticável.

OBSTÁCULO

Todo empeço atrapalha.
Sem obstáculo, porém, nenhum de nós consegue efetuar a superação das próprias deficiências.



DECEPÇÃO

Qualquer desilusão incomoda.
Todavia, sem decepção, não chegamos a discernir o certo do errado.

ENFERMIDADE

Toda doença embaraça.
Sem a enfermidade, entretanto, é muito difícil consolidar a preservação consciente da própria saúde.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

A Elevação

A Elevação
A Elevação
Tantos mundos, tantas escolas para a alma; quantos campos de evolução para cultivar nosso entendimento e, ao mesmo tempo, construir para nós organismos fluídicos cada vez mais delicados, depurados, brilhantes. Após as lutas, os tormentos, os reveses de mil existências árduas, após as provações e as dores dos ciclos planetários, virão os séculos de felicidade nesses astros felizes cujas claridades suaves projetam até nós raios de paz e de alegria. Depois, as missões benditas, os nobres apostolados, a tarefa almejada para provocar o despertamento, a eclosão das almas adormecidas, para auxiliar, por nossa vez, nossas irmãs mais jovens nas suas peregrinações através das regiões materiais.

Enfim, atingiremos as sublimes profundezas, o céu de êxtase onde vibra, mais poderoso, mais melodioso, o pensamento divino, onde o tempo e a distância se dissipam, onde a luz e o amor unem suas irradiações, onde a Causa das causas, em sua fecundidade incessante, gera para sempre a vida eterna e a eterna beleza!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...