sábado, 10 de dezembro de 2011

Hora presente

Hora Presente
A hora presente é uma hora de crise e renovação. O mundo está em fermentação, a corrupção cresce, a sombra se estende, o perigo é grande; mas atrás da sombra, entrevemos a luz; atrás do perigo, vemos a salvação. A sociedade não pode perecer. Se ela traz em si mesma elementos de decomposição, traz, também, gérmens de transformação e de elevação. A decomposição anuncia a morte, mas precede, também, o renascimento; ela pode ser o prelúdio de uma outra vida.

De onde virão a luz, a salvação e a elevação?

Não é da Igreja: ela é importante para regenerar o espírito humano.


Não é da Ciência: ela não se ocupa nem dos caracteres, nem das consciências, mas somente do que atinge os sentidos; e tudo o que faz a vida moral, tudo o que faz grandes os corações, as sociedades fortes: o devotamento, a virtude, a paixão do bem, tudo isso não se percebe com os sentidos.


Para elevar o nível moral, para fazer essas duas correntes da superstição e do ceticismo, que atingem igualmente a esterilidade, o que é necessário ao homem é uma concepção nova do mundo e da vida, que, apoiando-se no estudo da Natureza e da consciência, na observação dos fatos, nos princípios da razão, fixe o objetivo da existência e regule nossa marcha adiante. O que é necessário é um ensino de onde se extraia um móvel de aperfeiçoamento, uma sanção moral e uma certeza para o futuro.



Autor: Léon Denis
Do livro: Depois da Morte

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...