quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Estudando a sensibilidade


Estudando a sensibilidade
Meus irmãos, ao longo de muitos anos, a Casa Espírita apresenta inúmeras oportunidades de estudo, e consequente aprendizado, para todos os que sinceramente desejam respostas às suas indagações. 

Neste ano, falamos da sensibilidade. E quando se fala de sensibilidade, fala-se também do sentir pelo coração. Muitas almas se perdem em pesquisas no sentido de perceber as causas que nos fazem sentir pela pele, quando, muitas vezes, esquecemos de sentir pelo sentimento. 

Percepções... sensações do espírito, que estão associadas, sem sombra de dúvida, à própria capacidade do espírito que as sente. 


Dor, angústia, sofrimento maceram certos espíritos deixando- os frágeis, vulneráveis, inseguros, quando não inquietos, diante de determinadas circunstâncias, enquanto que outros se sentem cada vez mais enrijecidos diante da dor; alguns se sentem perplexos, perturbados, doídos. Estudarmos todas essas questões significa 
ampliar o nosso entendimento acerca da realidade espiritual. 

Que todos, ao estudarem sobre a sensibilidade, recordem que a bondade de Deus deu a todos nós o progresso a ser feito. Neste esforço de aprendizado, também nós, os que vamos apenas aprender, apreendamos muito do que nos tenham a dizer. Há, certamente, muita coisa para compreender; certamente, muita coisa para entender. Busquem perceber a realidade do mundo espiritual, buscando entender a si próprios. Olhem para vocês mesmos e, assim, todos entenderão, realmente, o que vem a ser o mundo em que se vive. 



Autor: Balthazar
Do Livro: Pela Graça Infinita de Deus – vol. 2.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...