sábado, 9 de março de 2013

Diante do Universo


Diante do Universo
Diante do Universo
Povoa-se o Universo por verdadeira multidão de galáxias.

Cada galáxia permanece constituída por milhares de constelações. 

Cada constelação, quase sempre, é um ninho de sóis. 

Cada sol congrega diversos mundos. 

Cada mundo, amadurecido para a negligência e para a razão, guarda consigo a bênção da Humanidade. 

Cada Humanidade se compõe de várias raças. 

Cada raça engloba muitos povos e milhões de almas que evoluem, nos degraus que lhes correspondem. 

Lembremo-nos, pois, de que no concerto admirável da Criação, somente será possível regenerar e burilar a nós mesmos para que a vida imperecível em nós se retrate vitoriosa, mas não nos esqueçamos de que, apesar da grandeza cósmica, nosso desequilíbrio no mal pode comprometer todo o sistema em que as leis divinas se expressam, através do trono sublime da Natureza, qual acontece ao micróbio letal que, não obstante imperceptível a olho nu, pode carrear a enfermidade ou a morte para o corpo físico mais notavelmente bem-posto. 


Consagremo-nos à estruturação do Bem no campo de nós mesmos, de conformidade com os princípios inelutáveis de harmonia e justiça que nos regem a ascensão, sem o doentio propósito de reajustar os outros, antes da recuperação espiritual de nós próprios, de vez que todo o deslize nosso, à frente do Senhor, repercute nas faixas totais da vida una, compelindo-nos à posição de angústia e sofrimento, a única suscetível de retificar em nosso espírito e em nossa existência a ruptura do equilíbrio divino do amor que operamos desavisados, diante da Eterna Lei. 


Autor: Emmanuel
Do livro: Inspiração

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...