sábado, 25 de fevereiro de 2017

Na realização do Projeto Divino

Na realização do Projeto Divino
Na realização do Projeto Divino
(...) Na realidade, todas as casas espíritas devem agir assim: encarnados e desencarnados se misturam, no grande propósito de realizar o plano divino. Cada vez mais, o homem da Terra deve estar consciente de que é peça que integra uma estrutura de educação, de melhoramento interior e de produção para o bem. Tanto quanto os espíritos de luz conhecem esse assunto, o encarnado precisa conhecê-lo também. Qual deverá ser, portanto, a nossa posição?

A daqueles espíritos que ainda não se sentem plenamente integrados ao trabalho em si mesmo?!

Precisamos meditar, inicialmente verificar se os nossos destinos estão realmente atrelados à Instituição a que pertencemos. Em seguida, após essa verificação, procurar saber se o nosso ser está disposto a servir e se no serviço ele está preparado para servir com humildade.


Após verificarmos se estamos dispostos a servir, e a servir com humildade, e se ainda assim nos sentimos desconfortáveis diante da Casa, procuremos observar se o problema que existe não reside em nós mesmos. E se tivermos a precisa coragem, saibamos corrigir nossos defeitos, nossos esquemas de vida, nossas tribulações interiores...

Unidos, indivíduo, grupo e casa podem trabalhar muitíssimo, produzir bastante, vencer as próprias dificuldades, combater a ineficiência do próprio espírito, corrigir atos, melhorar padrões. Se todos nos juntarmos para essa análise, para esse programa de trabalho, certamente conseguiremos vencer com Jesus...

Trabalhemos, irmãos, em paz e com misericórdia no coração!

Que Deus nos ilumine e ampare sempre!

Balthazar, pela graça infinita de Deus.



Autor: Balthazar
Do livro: Pela Graça Infinita de Deus, vol. 3

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...