quinta-feira, 29 de março de 2018

O Profetismo em Israel

O Profetismo em Israel
O Profetismo em Israel
O profetismo em Israel, durante vinte séculos consecutivos, é um dos fenômenos transcendentais mais marcantes da História. A crítica contemporânea nada compreendeu, ou fingiu nada compreender; acreditou tudo simplificar, negando. A exegese católica o desnaturou, pensando tudo explicar com uma única palavra: o milagre. Entretanto, teve ela uma outra palavra mais justa, chamando os profetas de “as harpas vivas do Espírito Santo”. Assim, sobre esse ponto, como sobre tantos outros, a Ciência e a religião, isoladas, apenas podem dar noções incompletas; somente a Doutrina Espírita, que serve de traço de união entre uma e outra, pode reconciliá-las. O Espiritismo penetrou o mistério aparente das coisas; ele projeta as claridades do Além sobre a teologia que ele completa e sobre o experimentalismo que ele esclarece. A verdade é que os profetas israelitas são médiuns inspirados; apenas esse nome lhes convém. Nós o veremos mais adiante, através dos exemplos tirados da Bíblia. Eles nos demonstrarão que a História de Israel é o mais belo poema medianímico; a epopeia espiritualista por excelência. É o que certamente dirá, um dia, a exegese científica. E, através dela, as obscuridades dos Livros Sagrados se dissiparão. Tudo se explicará; tudo se tornará, ao mesmo tempo, simples e grande.



Autor: Léon Denis
Do livro: No Invisível

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...