quarta-feira, 27 de junho de 2012

Sem Caridade


Sem Caridade
Sem a caridade do trabalho para as suas mãos, o seu descanso pode transformar-se em preguiça. 

Sem a caridade da tolerância, o seu trabalho seguirá repleto de entraves. 

Sem a caridade da simpatia para com os necessitados de qualquer procedência, as suas palavras de corrigenda serão nulas. 

Sem a caridade da gentileza, a sua vida social e doméstica será sempre um purgatório de incompreensões. 


Sem a caridade da desculpa fraterna, seus problemas seguirão aumentados. 

Sem a caridade da lição repetida, o seu esforço não auxiliará a ninguém. 

Sem a caridade da cooperação, a sua tarefa pode descer ao isolamento enfermiço. 

Sem a caridade do estímulo ao companheiro que luta, sofre e chora, no trato com as próprias imperfeições, o orgulho se lhe fará petrificado na própria alma. 

Sem a caridade do auxílio incessante aos pequeninos, a vaidade viverá fortalecida em nosso espírito invigilante. 

Sem a caridade do entendimento amigo, a sua franqueza será crueldade. 

Sem a caridade do concurso desinteressado e fraterno, as suas dificuldades crescerão indefinidamente. 

Sem caridade em nosso caminho, tudo se converterá em inquietude, sombra e sofrimento. Por isso mesmo, 
adverte-nos o Evangelho — “fora da caridade ou fora do amor não existe realmente salvação”.


Autor: André Luiz
Do Livro: Caridade

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...