quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Convite ao Exercício do Amor

Convite ao Exercício do Amor
Convite ao Exercício do Amor
Que o amor único de Deus inspire todas as almas para o bem! (...)

“Irmão, crescei em compreensão! Aumentai o sentido do companheirismo, da divisão das ideias, talvez dos problemas. Modificai os vossos sentimentos, aqueles que não mais servem, como os sentimentos egoísticos, sentimentos de inquietação, sentimentos de dificuldades permanentes. Elevemos aquele amor profundo, em que olhamos para um irmão, por mais difícil que este nos pareça, e digamos assim, tranquilamente, no nosso íntimo, dentro do nosso ser: Hei de te compreender! Hei de te amar! Hei de ser um irmão”! (...)

“Estamos juntos, irmãos, porque a nós, a muitos de nós da espiritualidade, é difícil vir à Terra, compartilhar as dores humanas, as dificuldades das criaturas, os problemas que elas criam. Em nós todos, porém, os trabalhadores espirituais da nossa Casa, existe um projeto íntimo, que pouco a pouco está sendo sedimentado em nosso coração, que é o projeto da convivência, de mostrar a vocês o que é espiritualidade, como as coisas se manifestam por aqui, como nós andamos, como nós vivemos, como nós passamos, como nós pensamos. Por que isso? Por que todos somos irmãos”! (...)


Experimentem manter pensamentos de paz, de silêncio, de ausência de crítica; experimentem construir jardins em torno de vocês, nas suas casas. Quantas vezes criaram uma rosa, um lírio, em casa? Por acaso viram que é lindo, que é importante ter uma flor no nosso ambiente? E as flores espirituais? E as ideias de Deus? E o sentimento profundo que devemos criar, abafando a mágoa que
temos, que quase todos a temos dentro de nosso coração?

Vemos, às vezes, irmãos tão dominados pela dor, pela tristeza, pela inquietação, pela insegurança, que são capazes de destruir qualquer plantação do coração dos outros. Oh, meus irmãos, não façam isso!

Iluminem seus corações! Engrandeçam a alma! O jardim que existe nos céus pode ser plantado na Terra. O trabalho que desejam ardentemente fazer aqui, em meio a nós, podem começar aí, entre vocês.

Trabalhem muito, exaustivamente, até, e nunca temam pelas dúvidas, pelas perseguições, pelas inquietações. Não temam aqueles que possam atrapalhar o corpo, criando obstáculos, porque estes jamais conseguirão atrapalhar o espírito, criativo, poderoso, generoso, quando o quer ser. (...)

Todos os nossos esforços devem, pois, tender para essa busca luminosa de Jesus. Oh! Como é importante esse parâmetro! Muitos dizem: “por que lutar? Por que trabalhar? Por que esforçar-se por criaturas difíceis, complexas”?

Oh! meus irmãos, é Jesus por quem buscamos. É a esse grande Mestre de todas as nossas almas que devemos buscar, e por causa do amor que ele representa para toda a humanidade terrena é que nós também vamos lutar. (...)

“Quando houver qualquer dificuldade, qualquer luta, qualquer problema, saibam que essas dificuldades derivam do ser humano encarnado que ainda não aprendeu a amar.

Comecem a fazer este exercício sublime do amor, aquela conquista de que eu lhes falei no início, a mais próxima, a que está nestas próximas encarnações.

Que Deus a todos ilumine, a todos conduza, e a todos traga a bênção de paz, neste momento, como tem trazido durante todo este ano de trabalho!

Vosso irmão,



Autor: Antonio de Aquino
Do livro: Inspirações do Amor Único de Deus, vol. 3

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...