domingo, 20 de maio de 2012

Evocações


Evocações
O médium espírita não se prestará a reuniões particulares, permitindo que se façam evocações por seu intermédio. 

O ambiente natural para o efetivo exercício da mediunidade é o centro espírita. 

O médium consciente de sua responsabilidade não participará de reuniões mediúnicas que se improvisem nos lares, atendendo, não raro, a especulações de ordem pessoal dos integrantes. 

A tarefa específica da desobsessão carece de ser levada a efeito no recinto que lhe seja próprio, com a disciplina indispensável ao seu bom êxito. 


Admissível que, esporadicamente, os espíritos familiares se manifestem no antigo reduto doméstico, consolando e incentivando os corações amados que necessitem registrar-lhes a palavra. 

O médium desgarrado do grupo mediúnico acaba por render-se às exigências descabidas de quantos desejam beneficiar-se de suas faculdades. 

Quase sempre, os que fogem ao centro espírita estão eximindo-se do dever doutrinário a que seriam chamados.

Os espíritos esclarecidos não frequentam grupos domésticos que não se mostrem operosos no bem dos semelhantes. 

Os espíritos nem sempre estão aptos para atenderem às evocações dos homens e os médiuns raramente encontram-se em condições de intermediarem comunicados dos espíritos evocados. 

Em sua maioria, as evocações domésticas dão margem à mistificação e ao embuste. 

O médium que anseie por trilhar a estrada correta deve procurar o caminho do centro espírita.



Autor:  Odilon Fernandes
Do livro: ABC da mediunidade

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...