quinta-feira, 23 de junho de 2016

Médiuns Curadores

Médiuns Curadores
Médiuns Curadores
“Médiuns curadores; os que têm o poder de curar ou de aliviar pela imposição das mãos ou pela prece. 

“Esta faculdade não é essencialmente mediúnica; pertence a todo crente verdadeiro, quer seja médium ou não; frequentemente, ela não é senão uma exaltação do poder magnético fortificado em caso de necessidade pelo concurso dos bons Espíritos.” – (O Livro dos Médiuns – Segunda Parte – Cap. XVI.)

O médium passista, utilizando-se apenas da imposição das mãos, é um médium curador por excelência.

Com a proliferação dos ditos “médiuns de cirurgia”, aqueles que se utilizam de agulhas e bisturis na intervenção a que se propõem, o médium passista, injustamente, ficou como que relegado a segundo plano.

É ainda a velha necessidade do homem de “ver para crer”...

Jesus foi um extraordinário Médium de cura. Ao simples toque de suas mãos abençoadas, os paralíticos se levantavam, os cegos recobravam a visão, os endemoniados se libertavam das influências maléficas de que eram vítimas, os “mortos” ressuscitavam...

Não raro, bastava que os doentes tocassem na orla de suas vestes, para que fossem agraciados com as bênçãos divinas.


Foi o que aconteceu com a mulher que, segundo a narrativa evangélica, sofria de insidioso processo hemorrágico...

Tratada, sem sucesso, pelos médicos da época, imediatamente ao tocar a túnica do Senhor viu-se curada da enfermidade crônica que a atormentava...

A História está repleta de exemplos de medianeiros que, valendo-se da “exaltação” de seu próprio “poder magnético fortificado em caso de necessidade pelo concurso dos Espíritos”, curaram ou aliviaram milhares de sofredores.

Os fluidos que, no instante do passe, são liberados pelas mãos do médium passista, agem como se fossem raios laser cauterizando tumorações, inibindo quadros patogênicos de reprodução celular, vitalizando órgãos debilitados, harmonizando o ritmo dos batimentos cardíacos, anestesiando dores, pacificando aflições...

À procura do imediatismo terrestre, o homem olvida os valores que contam para a Vida Eterna!

Dos dez leprosos curados pelo Cristo, apenas um voltou para agradecer...

Somos partidários do passe espírita, aplicado anonimamente em anônima sala de passes, onde a cura, em muito maior número do que se pensa, também acontece de forma silenciosa.

É argumento sofista o de que as ditas “cirurgias espirituais” atraem multidões para o Espiritismo.

Ainda que passo a passo, o Espiritismo caminhará e nada lhe deterá a marcha!

Ofereçamos livros espíritas ao povo e instituamos reuniões de estudo em nossos templos, não nos descuidando hora alguma do exemplo que devemos dar dos postulados que abraçamos na revivescência do Evangelho de Jesus – eis o serviço maior que podemos prestar na construção do Reino Divino sobre a face da Terra!



Autor: Emmanuel
Do livro: Seara de Médiuns

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...