quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Jesus, exemplo vivo

Jesus, exemplo vivo
Jesus, exemplo vivo
“Vida futura. (...) Esse dogma, portanto, pode ser considerado como a base do ensinamento do Cristo; é por isso que ele está colocado como um dos primeiros pontos no início desta obra, porquanto deve ser o alvo de todos os homens.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, 2. ed. CELD, 2003. Cap. 2, item 2.)



As alegrias espirituais decorrentes da Páscoa são acentuadas, no plano espiritual, pela vontade que temos de exaltar, amar Jesus e deixar-nos conduzir por ele sempre. O renascimento de Jesus, para nós, surge como um elemento de equilíbrio entre a vida e a morte.

Muitos espíritos, principalmente entre os recém-desencarnados, sentem a necessidade de falar da sobrevivência, de sentir a sobrevivência, de fixar em seu ser a noção de continuidade da vida. Os mais antigos, aqueles que já estão experimentados, que já vivem há muitos anos no plano espiritual, sentem a necessidade de ouvir falar da volta do Cristo, para que muitos deles sintam também a necessidade e a coragem precisa para voltarem às lides na carne.

Jesus, assim, é o exemplo vivo para todos, em qualquer circunstância, em qualquer estágio de evolução do espírito: para os menores, a sobrevivência, a continuidade da vida; para os mais experimentados, a necessidade do retorno, como uma decorrência natural do progresso do espírito.


Lembrando a todos que ele continua vivo nos nossos corações, não o devemos ver como aquele Cristo morto, aquele Cristo sofredor, sofrido, aquele Cristo praticamente em estado de desamparo; mas sim devemos vê-lo vivo, superior, crescido espiritualmente, feliz por ter cumprido sua mensagem e sua vida aqui na Terra. Devemos vê-lo como inspirador e instigador de nossas existências terrenas.

Que ele, o Cristo, continue a nos dizer presente, continue a nos ensinar, continue a renascer dentro de nós!

Que ele nos ajude, nos abençoe, conduza e proteja, agora e sempre! Que assim seja!



Autor: Hermann
Do livro: Palavras do Coração, vol. 2.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...